Home Notícias Região Parque de Nova Odessa acolhe e cuida de animais silvestres vítimas de...

Parque de Nova Odessa acolhe e cuida de animais silvestres vítimas de maus-tratos

Compartilhe
Foto: Divulgação

O Parque Ecológico Isidoro Bordon, o Zoológico de Nova Odessa, acolheu para cuidados um tucano e uma seriema, animais silvestres vítimas de maus tratos. Ambos tiveram uma das patas fraturada, por linha de pipa com cerol e atropelamento em avenida, respectivamente. O trabalho da Prefeitura envolve o Setor de Zoonoses, a Defesa Civil e a Polícia Ambiental, atuando na conservação da fauna silvestre local.

Após a captura e o acolhimento dos animais silvestres encontrados em situações de risco no Município, ocorre a triagem e o encaminhamento ao Parque Ecológico, onde recebem os primeiros cuidados veterinários e são encaminhados para quarentena. Em seguida, recebem alimentação balanceada e tratamentos, em casos de doenças, além da necessária readaptação à natureza.

-----TEXTO CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Mineiro

natal tivoli

Recentemente chegou ao Zoo novaodessense um tucano e uma seriema. “No caso do tucano, não haverá reabilitação, porque sem uma das patas ele não tem condições de sobreviver na natureza”, explica a veterinária e responsável pelo Parque Ecológico, Paula Faciulli. A ave foi resgatada do bairro Recanto do Guarapari e permanece para habitar o recinto de tucanos que está em construção no local.

Já a seriema foi atropelada na Avenida Ampelio Gazzetta e acabou acolhida com fratura em uma das pernas. Durante algumas semanas ela foi tratada e recuperada, com a devida readaptação ao habitat natural, sendo devolvida nas proximidades do local em que vivia. “Como no caso dela era possível ser reintegrada na natureza, fizemos a soltura”, confirma a veterinária.

“A fauna silvestre é de grande importância para o equilíbrio dos ecossistemas. É uma parceria da Prefeitura para acolhimento e cuidado dos animais”, ressalta a diretora de Meio Ambiente, Fernanda Dagrela. O Parque Ecológico tem hoje por volta de 150 animais, de 15 espécies diferentes, com a certificação de Zoológico Municipal pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis).

“Dependendo do tipo de animal, temos a limitação de recintos e não tem como receber”, pondera Faciulli. “Não é o papel efetivo do Zoológico, mas a gente faz para ajudar”, completa. Em casos de maus tratos, contrabandos e capturas de animais, as pessoas podem comunicar o Setor de Zoonoses, através do telefone (19) 3466-3972, a Defesa Civil, pelo (19) 3476-8600, ou a Polícia Ambiental, no (19) 3462-1182.


Refis

Compartilhe