Home Notícias Região Parque ecológico de Americana empresta tigre para Zoológico de Piracicaba

Parque ecológico de Americana empresta tigre para Zoológico de Piracicaba

Compartilhe
Foto: Divulgação/Com. Piracicaba
Festa Santo Antonio Desktop

Desde ontem(26), os visitantes do Zoológico de Piracicaba podem conhecer um novo visitante, um tigre siberiano que chegou do Zoológico de Americana. O felino, que tem seis anos e pesa 250kg, chegou na semana passada, mas passou por um período de adaptação em um recinto reservado.

O animal, ainda sem nome, nasceu em cativeiro no zoo de origem e vai ocupar o recinto que antes era de Léo, leão que veio da Bahia e que morreu aos 15 anos em julho do ano passado. O espaço foi adaptado e revitalizado para acomodar o tigre com conforto e segurança.

-----TEXTO CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Três Amores Tivoli

A nova atração veio como empréstimo ao Zoológico de Piracicaba. Segundo o médico veterinário Thiago Vilalta, diretor do zoo piracicabano, os tigres siberianos, diferente dos leões, são animais extremamente territorialistas, de hábitos solitários, o que os leva a viver isolados, desacompanhados até mesmo de animais da mesma espécie. “Em Americana ele vivia no mesmo zoológico que o pai. Apesar disso, nunca se encontravam, justamente pelo risco que ofereciam mutuamente. Enquanto um estava em exposição, outro ficava no reservado e a troca de espaços era feita diariamente”, explicou.

Esse fato resultou no encontro de interesses entre os responsáveis pelos zoológicos das duas cidades. Priorizando o bem-estar dos animais e com o objetivo de minimizar o estresse gerado pelo manejo ao qual pai e filho eram submetidos em Americana. “Desde a morte do Léo (leão), buscávamos com zoos parceiros algum felino que pudesse ocupar o recinto que estava vazio. Há anos mantemos uma boa relação com os colegas de Americana, que nos informaram do ocorrido com os tigres siberianos. Então, houve o acordo para que o animal viesse por empréstimo a Piracicaba, onde viverá até que o zoo de Americana o solicite novamente, ou se obtermos em caráter definitivo um felino de grande porte”, relatou o diretor do zoo.

A transferência do tigre siberiano foi feita na quinta-feira da semana passada e transcorreu de forma tranquila ao animal. “Ele veio em uma caixa de transporte específica para esta finalidade e sequer foi necessário o uso de sedativo. Desde então ficou em quarentena. Depois desse período, nesta quinta-feira, chegou o dia de ele ser apresentado aos nossos visitantes”, relatou Vilalta.

O veterinário revelou que haverá um concurso cultural para escolha do nome do novo morador do zoo. “Uma equipe interna escolherá três opções que serão apresentadas à sociedade. O nome mais votado passará a ser o utilizado. Esta é uma forma de integrar a população com o zoo e de aproximá-la a nosso novo morador”, disse o diretor do zoológico.

Nóbil agenda

roots

FRAME

Quer divulgar sua empresa no Portal de Americana? Clique aqui e saiba mais!
Compartilhe