Home Notícias Cidades Câmera flagra raios na rodovia D. Pedro I

Câmera flagra raios na rodovia D. Pedro I

Compartilhe
-----PUBLICIDADE------
Classicos

As câmeras de monitoramento da Rota das Bandeiras captaram a força dos raios que caíram no Corredor Dom Pedro, durante o temporal da última quarta-feira, dia 06 de fevereiro. Além de impressionar a quem assistiu a cena, o estrondo causado também assustou algumas pessoas que estavam ou passavam pelo local. A queda dos raios aconteceu no km 106 da rodovia D. Pedro I (SP-065), em Itatiba.

Embora os raios não representem um grande risco, principalmente para motoristas de caminhão e veículos de passeio, alguns cuidados básicos precisam ser tomados sob chuva para reduzir o risco de acidentes.

-----TEXTO CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
Feirartes

Sorrimundi

Segundo o coordenador de tráfego da Rota das Bandeiras, Murilo Perez, a primeira medida a ser tomada pelo motorista é a redução da velocidade. “Além disso, o condutor também deve aumentar a distância habitual do veículo à frente. Como a chuva diminui o atrito do pneu com o asfalto, o carro vai necessitar de um tempo e um espaço maior no caso de uma freada brusca”.

Veja o vídeo:

Vale também ressaltar a importância de manter o para-brisa do veículo limpo e as borrachas das palhetas do limpador em bom estado de conservação. A recomendação é que as palhetas sejam substituídas, pelo menos, uma vez por ano.

Em caso de chuva forte, o motorista não deve parar na pista, nem trafegar pelo acostamento. O pisca-alerta também não deve ser acionado com o veículo em andamento e o motorista deve permanecer com as luzes do veículo acesas. Já na parte interna do carro, o sistema de ventilação ou o ar condicionado deve ser ligado para evitar que os vidros fiquem embaçados.

Por fim, é importante que os itens de segurança do veículo estejam em dia. Freios são fundamentais embaixo de uma tempestade. A condição dos pneus também pode ser decisiva para a segurança dos ocupantes do carro e as luzes – como setas, faróis e lanternas – auxiliam a visibilidade dos demais motoristas que trafegam pela via.

Raios
Se para os motoristas de carros de passeio e caminhões, os raios não significam uma grande ameaça, para os motociclistas as descargas elétricas representam um grande perigo.

“Em caso de chuva forte com presença de relâmpagos, o motociclista deve interromper a sua viagem até as condições melhorarem”, ressalta Perez. Neste caso, a orientação é que o usuário da rodovia busque um refúgio temporário em pontos de apoio, como as bases do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), ou postos de combustível e da Polícia Militar Rodoviária.

Zanini

Unicesumar

Mineiro

Estação Geek

Quer divulgar sua empresa no Portal de Americana? Clique aqui e saiba mais!
Compartilhe