Cotidiano

Americana já registrou 88 casos de dengue neste ano

0
Foto: Pixabay
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Maratona

A cidade de Americana já registrou 88 casos de dengue somente no ano de 2019. O aumento ocorreu nas últimas semanas, principalmente em decorrência das altas temperaturas e excesso de chuvas, o que favorece a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Os bairros com maior incidência da doença são Antonio Zanaga, Nova Carioba, Jardim América II, São Domingos, Vila Santa Maria e Parque Novo Mundo.

Das 323 notificações realizadas pela Vigilância Epidemiológica Municipal, desde o início do ano, 88 tiveram confirmação de dengue, 125 casos foram descartados e 110 ainda aguardam resultado do exame. Dos casos positivos, apenas seis foram importados de outras regiões, sendo 82 contraídos no próprio município.

------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Portal telegram

De acordo com a Unidade de Atenção à Saúde, toda pessoa que estiver com sintomas sugestivos para a dengue, deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima e informar esses sintomas. Nesse caso, ela irá passar por uma consulta com a enfermeira da unidade que, ao constatar febre acompanhada de pelo menos mais dois sintomas, irá solicitar dois exames, sendo um hemograma, para avaliar a situação clínica do paciente e outro de sorologia para a dengue, o qual irá descartar ou confirmar o diagnóstico.

Os principais sintomas da dengue são febre alta e repentina, dores generalizadas pelo corpo, geralmente nos músculos e articulações, dor no fundo dos olhos, prostração geral, falta de apetite, dor de cabeça e, em alguns casos, manchas vermelhas pelo corpo, náusea, vômito e diarréia.

Em caso de suspeita, deve-se evitar a automedicação, tendo em vista que alguns analgésicos à base de ácido acetilsalicílico podem potencializar os efeitos da doença, causando hemorragias. O ideal é que o indivíduo procure pela unidade mais próxima, faça os exames, seja medicado adequadamente e permaneça em repouso durante o período de manifestação dos sintomas. Também é importante que a pessoa infectada faça ingestão de bastante líquido, principalmente água.

A transmissão da dengue somente ocorre pela picada do mosquito Aedes aegypti, contaminado. Para se evitar o mosquito é fundamental que a população colabore, não deixando a céu aberto recipientes que possam acumular água, os chamados criadouros, onde o mosquito realiza a postura dos ovos para se reproduzir. Os principais criadouros são pneus, latas, caixas d’água sem tampa, calhas entupidas, grelhas e ralos sem vedação, vasos com água e pratos de xaxins.

Para evitar sobrecarga no atendimento no pronto-socorro do Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi”, a Secretaria de Saúde de Americana definiu que todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) realizem o acolhimento aos pacientes que apresentarem suspeita de dengue, inclusive com a realização de exames. Os pacientes que necessitarem reidratação endovenosa ou apresentarem sinais de alerta de gravidade serão encaminhados ao PA Zanaga ou HM.

Câmara aprova divórcio imediato em casos de violência doméstica

Notícia Anterior

Tivoli Shopping ganha espaço decorado de Páscoa para fotos

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano