Cotidiano

Jornais de Americana fizeram vistas grossas às denúncias contra Padre Leandro

0
Foto: Pixabay
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

As denúncias contra o Padre Pedro Leandro Ricardo, ex-reitor da Basílica de Santo Antônio de Pádua, não são nenhuma novidade no meio jornalístico de Americana.

Desde de o ano de 2016, parte dessas denúncias já são do conhecimento de alguns jornais da cidade que fizerem vistas grossas às informações. Alguns jornalistas inclusive entrevistaram testemunhas.

Neste mesmo ano, no mês de agosto, o Portal de Americana tomou conhecimento de um destes casos, mas foi proibido através de uma liminar conseguida pelo Padre, junto ao Juiz de Direito da 3ª Vara Cível de Americana, de noticiar os fatos. A multa em caso de descumprimento é de R$ 1 mil por dia. Essa informação é citada no dossiê que faz parte o inquérito policial.

Impedido, o Portal checou que as informações chegaram a outros veículos que poderiam publicar o caso, mas nenhum quis se comprometer. Faltou culhão para alguns editores.

O padre e Basílica mantêm, desde 2015, um programa diário em uma emissora de rádio da cidade e no site da igreja com o nome “Hora da Ave-Maria”.

Aos fatos
Inquéritos policiais foram instaurados em Americana, Araras e Limeira na semana passada para apurar denúncias de assédio, perseguição, apropriação indébita(neste caso o Bispo Dom Vilson também é averiguado). No sábado(27), o padre pediu afastamento da basílica alegando problemas de Saúde.

No domingo o Bispo de Limeira suspendeu cautelarmente por tempo indeterminado as funções eclesiásticas do padre. Ele não pode celebrar nenhum sacramento na igreja católica. Um processo interno na cúria também vai investigar as denúncias.


Santa Bárbara ganha “Espaço Pet” no Parque Araçariguama

Notícia Anterior

Prefeito Omar assina emenda parlamentar para academia ao ar livre

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano