Cotidiano

Sumaré aprova lei que proíbe venda de canudos plásticos na cidade

1
Foto: Pixabay
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Maratona

Os vereadores de Sumaré aprovaram na noite desta terça-feira (12) o Projeto de Lei de autoria do vereador Valdir de Oliveira (DEM) que proíbe a utilização de canudos de plástico, exceto os biodegradáveis, em restaurantes, bares, quiosques e similares do município. A proposta recebeu 20 votos favoráveis e segue agora para a sanção do prefeito Luiz Dalben.

O projeto aprovado prevê que os estabelecimentos comerciais ficarão obrigados a fornecer somente canudos de papel biodegradável ou reciclável. “Quero agradecer aos vereadores que aprovaram por unanimidade esta proposta por se tratar de uma questão de valorização do meio ambiente e saúde pública. Abolir o canudinho também pode prevenir doenças de hiperatividade, câncer de mama, câncer de intestino grosso, infertilidade masculina, entre outros problemas relacionados às glândulas”, disse Valdir.

------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Portal telegram

Pela proposta, na primeira autuação, os estabelecimentos que descumprirem a proibição estarão sujeitos à advertência e intimação para cessar a irregularidade. No caso de segunda autuação, será aplicada multa no valor de 120 UFESP’s (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo). Na repetição do descumprimento, a multa dobrará de valor.

Bolsonaro recebe alta e deixa hospital em São Paulo

Notícia Anterior

Morre aos 96 anos a atriz e cantora Bibi Ferreira

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano