Região

Vereador de Santa Bárbara faz moção de repúdio contra evento LGBTQIA+

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

O vereador Felipe Corá (Patriota) protocolou uma moção em que manifesta repúdio à Prefeitura Municipal e ao Governo do Estado de São Paulo, nas pessoas do prefeito Rafael Piovezan e do governador João Doria, pelo apoio ao Festival Mix Music, evento LGBTQIA+, que será realizado na cidade.

O evento vai acontecer no 02 de outubro, a partir das 16h, no Teatro Municipal Manoel Lyra, com shows das drags queen Silvetty Montilla e Sasha Zimmer e da DJ Grá Ferreira, além de sessão especial de curtas LGBTQIA+.

“O Festival Mix Music tem viés ideológico, portanto, usar dinheiro público para promover e custear suas apresentações é financiar a inversão de valores cristãos em defesa da família, como também o evento milita em prol das pautas de grupos políticos ideológicos de esquerda”, disse Corá.

O evento que foi capitalizado pelo PROAC (Programa de Ação Cultural), que é uma legislação de incentivo à cultura do Estado de São Paulo, distribuiu todos os ingressos de forma gratuita.

HISTÓRICO DE ATAQUES
Essa não é a primeira vez que ele fez ataques contra ideias contrárias. No dia 17 de julho, em vídeo publicado na redes sociais, o Corá, que é de Santa Bárbara, fez ataques contra a vereadora professora Juliana, de Americana. Na gravação, o o bolsonarista afirmou que ela era “defensora de bandido’ e sugeriu que ela lavasse a boca com ácido sulfúrico. Por determinação da justiça, Corá teve que apagar o vídeo. O processo segue em andamento na justiça de Americana.


Fundo Social troca doação de alimentos por ingressos para o Circo Maximus

Notícia Anterior

Americana registra duas mortes por covid-19

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Região