Variedades

Sete bebês nascem na primeira semana do ano em Nova Odessa

0
Ana Elisa Camargo primeiro bebê de 2018 | Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Eletro

O ano ainda está no início e Nova Odessa já conta com sete novos cidadãos. Três meninos e quatro meninas nasceram no Hospital e Maternidade Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia esta semana. Ana Elisa Camargo “puxou a fila” de 2018. Ela nasceu às 22h07 do dia 1º de janeiro.

“Tivemos um início de ano bastante movimentado em nossa maternidade com a chegada de sete bebês. Todas as mães e filhos receberam o atendimento necessário e se recuperam bem”, afirmou o secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, que visitou os mais novos cidadãos novaodessenses.

Durante a visita, o secretário entregou um kit de higiene cedido pela Vivamed. “Fiz questão de passar nos quartos e dar as boas-vindas e parabenizar os familiares”, disse. “Aproveito para agradecer o empenho de toda nossa equipe, que está sempre a postos para atender os nossos pacientes com todo zelo e dedicação”, continuou.

Filha de Alane Ribeiro Camargo e Dirceu Camargo Filho, a primeira bebê de 2018 de Nova Odessa nasceu de parto cesárea com 52cm e 3,785kg. Ana Elisa, que já está em sua casa no Jardim das Palmeiras, tem um irmão de 7 anos. “A previsão de nascimento era dia 08, mas ela veio antes. Foi o nosso presentão de ano novo”, afirmou Alane.

Ela contou que fez todo o pré-natal na UBS (Unidade Básica de Saúde) 5, no Jardim Alvorada. “Fiz todo acompanhamento com a Dra. Fernanda e fui muito bem atendida. Adorei”, disse. A mamãe também elogiou o atendimento recebido no hospital. “Fiquei três noites no hospital e fui muito bem atendida pelos médicos e equipe de enfermagem. Gostei bastante”, relatou.

BALANÇO –Segundo levantamento da Secretaria de Saúde, em 2017 nasceram no Hospital e Maternidade Dr. Acílio Carreon Garcia 310 bebês.

Odir propõe criação do prêmio “Professores Destaques do Ano”

Notícia Anterior

PAT de Americana abre 45 vagas de emprego

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Variedades