Uncategorized

Dono da Havan elogia vice-prefeito que chutou radar e recebe resposta do Padre Fabio de Melo

0
Reprodução/Twitter
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Maratona

Luciano Hang, o dono da rede de lojas Havan, usou seu perfil no Twitter para elogiar o vice-prefeito de Sumaré, Henrique do Paraíso, que chutou um radar na última quinta-feira(21), e recebeu uma resposta contrária do Padre Fábio de Melo.

Luciano elogiou a atitude de Henrique. “Revoltado, o vice-prefeito de Sumaré, Henrique do Paraíso (PRB), decidiu estourar com um pontapé um radar móvel instalado na cidade. Parabéns. É mais um imposto que cobram dos coitados dos Brasileiros. É a indústria das multas em prol de poucos. Chega de corrupção”, twitou o empresário.

------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Portal telegram

Em resposta, o padre classificou a atitude do politico como um ‘desserviço social’. “Vandalizar um bem público, que foi pago com o dinheiro do povo, não me parece justo. Autoridades usam canetas para aprovar ou revogar decisões, não pontapés. Reabilitar comportamentos primitivos, neste tempo em que a barbárie bate diariamente à nossa porta, é um desserviço social”, disse.

Aos fatos
Henrique Stein Sciascio, que é vice do prefeito Luiz Dalben, foi até uma avenida da cidade na quinta-feira e chutou um aparelho de radar móvel instalado. Henrique levou o aparelho para seu gabinete em uma caminhonete. Mais tarde, o prefeito de Sumaré convocou o vice, que é subordinado por também acumular o cargo de secretário de Administração e RH. Os dois gravaram um vídeo onde o prefeito disse que mandou o secretário para conferir como estava instalado o aparelho, já Henrique disse que se exaltou ao ver o aparelho. A empresa que opera o sistema disse que está previsto e que tem autorização da prefeitura para instalar radares móveis.

Prefeitura de Santa Bárbara inaugura Novo Parque Araçariguama

Notícia Anterior

Green Book é eleito o melhor filme e vence o Oscar

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.