TV & Famosos

‘Rá-Tim-Bum: Reencontro’ emociona com homenagem a Sérgio Mamberti

0
castelo ra tim bum
Foto: Nadja Kouchi
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

Castelo Rá-Tim-Bum: Reencontro, especial que marcou a reunião entre diversos atores que participaram da produção do clássico infantil da TV Cultura, foi exibido na noite do sábado, 25, e emocionou o público com nostalgia e homenagens. Num dos momentos mais marcantes, o filho de Sérgio Mamberti, Carlos, surpreendeu os artistas ao aparecer caracterizado como o Tio Victor, personagem do pai, que morreu em 2021, aos 82 anos.

A surpresa aconteceu quando o elenco lia o roteiro de um episódio antigo. Em determinado momento, o dono do Castelo chegava.


Participe do grupo de empregos do Portal de Americana no WhatsApp. Clique no link: https://chat.whatsapp.com/JbK7hgnUkWZ7g3vsCcGNj6

Alguns chegaram a chorar com o momento, que rendeu longos aplausos.

“A gente preparou em segredo. Ninguém sabia”, disse o diretor Cao Hamburger, ressaltando a reação genuína dos artistas. “Sérgio Mamberti foi o primeiro ator que escolhi para o projeto. Ele já era consagrado no teatro e televisão. Adorou o projeto, a força que ele deu, trouxe toda a bagagem e o prestígio, confiando no projeto. Ganhou muita coisa com o Castelo, e o Castelo ganhou muito com ele”, continuou Cao.

O filho do ator também falou sobre o convite: “É incrível 30 anos depois eu poder fazer essa homenagem. Como meu pai sempre falou, o Tio Victor é seu maior personagem. Acompanhou ele por 30 anos, e [teve] o reconhecimento de todo mundo, o tempo inteiro”.

Castelo Rá-Tim-Bum: Reencontro

O especial teve um clima de saudosismo do início ao fim (quando atores que já morreram foram homenageados nos créditos) e mesclou histórias e conversas de boa parte do elenco original com exibição de cenas marcantes e até reencenações.

Houve também espaço para reflexões sobre o impacto que o Castelo Rá-Tim-Bum teve sobre várias gerações.

Cynthia Raquel, intérprete de Biba, hoje com 42 anos, relembrou que quando o programa foi produzido não havia grande preocupação com questões de representatividade.

Com o passar do tempo, porém, se deu conta do impacto que a personagem tinha entre outras meninas negras: “Eu não tinha referência. Eu era a referência.”

Nas redes sociais, muitos fãs do programa ressaltaram o tom de nostalgia e saudade.




Bombeiros encontram última pessoa desaparecida em São Sebastião

Notícia Anterior

Fornecimento de sanduíche libera Burger King de pagar vale-refeição a funcionário

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em TV & Famosos