Brasil e Mundo

Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil

0
Foto: Pixabay
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou na noite de hoje (23) que determinou a suspensão cautelar dos estudos clínicos da vacina indiana Covaxin no Brasil. A decisão foi tomada pela Coordenação de Pesquisa Clínica da Anvisa (Copec/GGMED).

Em nota, a Anvisa informou que os ofícios comunicando a suspensão cautelar foram enviados ao Instituto Albert Einstein e à patrocinadora do estudo, a empresa Precisa Comercialização de Medicamentos.

A Precisa está envolvida no suposto esquema de compra de vacinas do Governo Federal, que é investigado pela CPI da Covid-19 no Senado.

A agência informou que a decisão da suspensão foi tomada em decorrência do comunicado da empresa indiana Bharat Biotech Limited Intercional enviado à Anvisa nesta sexta-feira informando que a empresa Precisa não tem mais autorização para representar a Bharat Biotech no Brasil.

Essa decisão, na avaliação da Anvisa, inviabiliza a realização dos estudos clínicos. A indiana Bharat Biotech é a fabricante da vacina Covaxin.

Segundo a Anvisa, não houve aplicação da vacina Covaxin em voluntários brasileiros.


Apostador de Americana ganha R$ 1,2 milhão na Lotofácil

Notícia Anterior

Justiça confirma demissão por justa causa de funcionária que não tomou vacina

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.