Brasil e Mundo

Aos 56 anos, Elizabeth Gomes conquista ouro na Paralimpíada

0
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

O Brasil conquistou o segundo ouro no lançamento de disco na manhã desta segunda-feira (30), na Paralimpíada de Tóquio (Japão). Desta vez o feito foi de Elizabeth Gomes, de 56 anos, na disputa feminina da classe F52 (cadeirante).

A atleta paulista ainda quebrou duas vezes o próprio recorde mundial na modalidade. No penúltimo lançamento conseguiu 17,33 metros, o primeiro recorde, o que já lhe garantiu o degrau mais alto do pódio, antes mesmo do fim da prova. No último lançamento, bateu novo recorde, de 17,62m. Na madrugada de hoje, Claudiney Batista dos Santos também faturou ouro, com a marca de 45m59 na disputa masculina da classe F56 (cadeirante), com a marca de 45m59.

O lançamento de Elizabeth Gomes superou em mais de 2 metros o da ucraniana Iana Lebiedieva, medalha de prata, com marca de 15m48. O bronze ficou com outra ucraniana, Zoia Ovsii, que lançou o disco a 14m37.

Em 1993, quando foi diagnosticada com esclerose múltipla, Elizabeth era jogadora de vôlei. O início no esporte paralímpico foi no basquete em cadeiras de rodas, em Santos (SP), sua cidade natal. Durante os treinos descobriu o atletismo. Em 2019, a atleta conquistou ouro tanto no Mundial Dubai, quanto nos Jogos Parapan-Americanos de Lima (Peru).


Yeltsin Jacques conquista 100º ouro do Brasil em Jogos Paralímpicos

Notícia Anterior

Americana aplica 2.185 doses de vacinas contra a covid-19 nesta segunda-feira

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.