Brasil

Fã do Homem-Aranha, Bernardo, 4, é enterrado com roupa do herói em Blumenau

0
bernardo blumenau
Foto: Reprodução
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

Fã de Homem-Aranha, vascaíno como o pai e bastante alegre. É assim que tios de Bernardo Pabst da Cunha, de 4 anos, descrevem o menino, uma das quatro vítimas do atentado* da quarta-feira, 5, na creche Cantinho do Bom Pastor, em Blumenau, Santa Catarina.

“Gostava do Homem-Aranha e era um pequeno vascaíno, adorava assistir aos jogos do Vasco com o pai dele”, diz o motorista Valdecir José da Cunha, de 57 anos. Ele é irmão de Paulo da Cunha, pai da vítima.

canal whats

Na quarta, Cunha saiu da creche com a mochila da criança no colo “Só sobrou a mochila do meu filho”, disse, emocionado. Em seguida, ele foi abraçado por pessoas que estavam no local.

Bernardo era uma criança “muito meiga”, segundo o tio. “Teve um casamento agora, recente, da tia madrinha dele em que ele levou as alianças”, relembra Valdecir. “Era um moleque simplesmente maravilhoso, essas são as palavras.”

Ele descreve o assassinato do sobrinho como uma “rasteira”. “Tirou o chão de nós todos”, diz. “Não temos palavras, a gente só procura se agarrar em alguma coisa para entender como o ser humano faz um ‘troço’ desses.”

O sepultamento foi marcado por uma série de salva de palmas em homenagem ao menino. “Ele era tudo para a família, para os pais. Parecia que só existia aquela criança para eles”, diz a costureira Fátima Tavares da Cunha, de 62 anos, tia-avó da vítima. “Só tinha 4 aninhos, era um anjinho.”

A morte de Bernardo ocorreu exatamente no dia do aniversário do aposentado Édio Tadeu da Cunha, de 69 anos, tio-avô da vítima. “É uma data que agora não dá para esquecer nunca”, diz, emocionado. “A gente fica até sem palavras.”

Segundo relato dos tios, havia ao menos mais outros três integrantes da família na escola, entre alunos e professores, mas eles não se feriram.

O corpo de Bernardo Pabst da Cunha foi sepultado pouco após as 11 horas desta quinta-feira, 6, em cemitério no centro de Blumenau. Dezenas de pessoas compareceram.

O menino foi enterrado com uma roupa do Homem-Aranha, segundo os tios. Como homenagem à vítima, alguns amigos e familiares também foram com camisas do super-herói.

Foi o segundo enterro das vítimas da tragédia.

Mais cedo, ocorreu o de Bernardo Machado, de 5 anos.



Novas cenas marcam público do Espetáculo Via Crucis; apresentações seguem até domingo (9)

Notícia Anterior

Lula publica decreto de aposentadoria de Lewandowski

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Brasil