Geral

Gonçalves refuta defesa de Bolsonaro e diz que reunião com embaixadores teve caráter eleitoral

0
53006610251 3feed7c7fe c
Foto: Antonio Augusto/Secom/TSE
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

Em seu voto no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Benedito Gonçalves rebateu argumentos da defesa de Jair Bolsonaro (PL) e afirmou que a reunião do ex-presidente com embaixadores teve caráter eleitoral.

O relator da ação contra o Bolsonaro afirmou que o encontro serviu para difundir a estratégia eleitoral do ex-presidente, apesar de a plateia do evento ter sido composta por embaixadores, que não teriam direito a voto no Brasil. Ainda segundo o ministro, a transmissão do encontro pela TV Brasil e redes sociais do governo deu “amplo alcance” à reunião.


Participe do grupo de empregos do Portal de Americana no WhatsApp. Clique no link: https://chat.whatsapp.com/JbK7hgnUkWZ7g3vsCcGNj6

“O colegiado (plenário do TSE) já reconheceu a conotação eleitoral do evento realizado no Palácio do Alvorada, ao condenar o ora primeiro investigado por propaganda irregular. É incontroverso que a reunião foi transmitida por TV pública e redes sociais, alcançando público amplo, a despeito de a plateia ser composta por embaixadores”, defendeu Gonçalves.




TSE retoma julgamento que pode deixar Bolsonaro inelegível

Notícia Anterior

USP entra na lista das 100 melhores universidades do mundo; veja ranking

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Geral