Brasil e Mundo

Marco Aurélio nega pedido de Bolsonaro contra restrições nos estados

0
Foto: Alan Santos / PR
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

O ministro decano do STF( Supremo Tribunal Federal), Marco Aurélio Mello negou nesta terça-feira (23), ação do presidente Jair Bolsonaro  contra decretos impostos pelos estados para conter o avanço do coronavírus.

Mello negou o pedido da ação direta de inconstitucionalidade (ADI) requerida pelo presidente contra decretos dos governos do Distrito Fedeal, do Rio Grande do Sul e da Bahia.

A petição inicial da ADI, pedia que um decreto fossem declarados “desproporcionais” e derrubados por liminar (decisão provisória), “a fim de assegurar os valores sociais da livre iniciativa e a liberdade de locomoção”.

Na ação, o presidente argumentou que a restrição à circulação só é possível se quem for alvo da medida estiver de fato doente ou com suspeita de doença, não sendo possível “vedações genéricas à locomoção de pessoas presumidamente saudáveis”.

Com a decisão do ministro, os decretos continuam em vigência nos estados.


Ministro da Praia Azul morre vítima da covid-19

Notícia Anterior

Americana registra mais sete óbitos por Covid-19

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.