São Paulo

Motoboy de 22 anos é morto por policiais em ocorrência em SP

0
motoboy morto sp
Foto: Reprodução/TV Globo
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

Um motoboy de 22 anos foi morto nesta quarta-feira, 15, após abordagem de policiais militares na zona oeste de São Paulo Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o homem tentou fugir dos agentes e houve troca de tiros durante a perseguição. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

Na última semana, um suspeito de roubo foi morto a tiros por policiais das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota) em abordagem na zona sul. Em publicação nas redes sociais, o secretário de Segurança Pública, Guilherme Derrite, afirmou que “nenhum policial que sai de casa para defender a sociedade será injustiçado”. O DHPP apura a ocorrência.


Participe do grupo de empregos do Portal de Americana no WhatsApp. Clique no link: https://chat.whatsapp.com/JbK7hgnUkWZ7g3vsCcGNj6

A Secretaria de Segurança Pública informou que, no caso desta quarta, o homem tentou fugir de moto após uma abordagem policial na zona oeste – a pasta não especifica o local da ocorrência. Durante a perseguição, ele teria caído do veículo e apontado uma arma na direção dos policiais, ainda segundo a secretaria.

A polícia teria efetuado os disparos nesse momento. O homem foi atingido e não resistiu aos ferimentos. No local, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública, foi apreendido um revólver calibre 38 com a numeração raspada, cinco munições íntegras e uma deflagrada.

Conforme reportagem da TV Globo, a família do motoboy negou que o homem tivesse uma arma e disse que ele tinha saído para trabalhar pouco antes do ocorrido. A emissora complementou também que testemunhas disseram ter ouvido mais de 15 disparos no local.

O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa “investiga todas as circunstâncias da morte”, segundo a SSP. A Polícia Militar também instaurou inquérito policial militar (IPM), com acompanhamento da Corregedoria, para apurar o caso. Os policiais envolvidos passarão pelo Programa de Acompanhamento e Apoio ao Policial Militar (PAAPM).

Caso na zona sul

No último dia 10, um homem morreu baleado ao tentar fugir de policiais da Rota na zona sul da capital. Vídeo gravado por testemunhas mostra que dois suspeitos de roubo estavam próximos a uma moto em um semáforo quando os agentes chegaram. Um deles foi atingido pelos disparos ao tentar correr e não resistiu aos ferimentos.

O secretário Guilherme Derrite comentou o caso dias depois. “Nenhum policial que sai de casa para defender a sociedade será injustiçado. Confrontos sempre serão apurados, mas ninguém será afastado no caso da abordagem da Rota que evitou um assalto no semáforo. Até que se prove o contrário, a ação ocorreu dentro da lei”, escreveu. O DHPP investiga o caso.

Em nota, a SSP informou que os policiais envolvidos passaram pelo Programa de Acompanhamento e Apoio ao Policial Militar e por aprovação de uma comissão de mitigação de riscos, programa institucional voltado à identificação de não conformidades técnico-operacionais. “Eles foram considerados aptos para o serviço militar e seguem no trabalho operacional”, afirmou a pasta.




Moraes suspende busca e apreensão de e-mails das Americanas

Notícia Anterior

Cantor Péricles é assaltado e tem carro roubado

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em São Paulo