Política

PSDB processa Molina, mas juiz nega remoção de conteúdo

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O diretório estadual do PSDB ingressou na justiça eleitoral solicitando que o pré-candidato a deputado estadual Ricardo Molina (Republicanos) retirasse de suas redes sociais o vídeo intitulado “Governador Raiz?”. Nesta publicação, Molina cita que mais de mil obras de responsabilidade do governo estadual estão paralisadas ou com prazos de entrega vencidos.

O Corredor Metropolitano Noroeste, responsável por interligar sete cidades da região (de Santa Bárbara d’Oeste à Campinas), e o trem de passageiros intercidades Americana-Campinas-São Paulo, foram alguns dos exemplos citados por Molina no vídeo.

Em trecho da justificativa contida no processo, com o objetivo de conquistar liminar favorável, o PSDB paulista cita que: “Importante ressaltar que, o representante é atual governador do Estado de São Paulo, em posse tão somente a menos de 4 (quatro meses), sendo que, anteriormente como vice-governador, não possuía tal autonomia de gestão necessária para atuar à frente dos projetos de desenvolvimento do Estado” (sic).

Para Molina, o atual governador se exime da responsabilidade. “O atual governador foi secretário de governo, vice-governador, está neste grupo político há mais de 20 anos e agora diz que não sabia de nada; que a responsabilidade de obras paradas não é dele? É um absurdo esta justificativa e como é triste ver o que fizeram com o nosso estado”, disse Molina.

Como no processo anterior, o juiz responsável por analisar a petição negou o pedido de liminar solicitada pelo PSDB. Com essa decisão, o vídeo permanecerá nas redes sociais de Molina. “Dois processos, duas tentativas de me censurarem; duas vitórias. Perseguições covardes que não nos inibirão de continuarmos mostrando as verdadeiras raízes que prejudicam nosso estado”, enfatizou Molina.


Zoonozes abre cadastro para mutirão de castração de cadelas

Notícia Anterior

Procuradoria da Mulher afirma que vai acompanhar caso envolvendo vereador Juninho Dias

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Política