Brasil e Mundo

Veneno de cobra pode ser eficaz contra proliferação da covid-19 no organismo

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

Estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, de Araraquara (SP), identificou uma proteína capaz de inibir em 75% a capacidade de multiplicação do coronavírus. A molécula foi extraída do veneno da cobra Jararacuçu e testada em células de macacos. 

A equipe de pesquisadores estudou o veneno da cobra em aplicações antibacterianas e decidiu usar a técnica também contra a Covid-19; e obteve sucesso. A pesquisa foi publicada na revista científica Molecules. 

O próximo passo do estudo é avaliar se a bactéria extraída do veneno da Jararacuçu é capaz de proteger as células ao ponto de evitar a invasão do coronavírus no organismo. 

A princípio, a produção de remédio com base no veneno, na avaliação dos cientistas, pode ser usada para desacelerar a replicação da Covid-19, o que possibilitaria mais tempo para o organismo criar anticorpos de defesa ao coronavírus. No entanto, as pesquisas ainda estão na fase de estudos moleculares e não tem data para início dos testes em animais, por exemplo.


Uso da máscara faz casos de sarampo caírem em São Paulo

Notícia Anterior

Prefeito anuncia novo diretor técnico do Hospital Municipal

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.