Brasil

Com voto de Macris, Câmara aprova projeto que extingue saídas temporárias de presos

0
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

Com voto positivo do deputado Vanderlei Macris(PSDB), a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (3) o projeto que acaba com saídas temporárias de presos dos estabelecimentos prisionais. A matéria segue para análise do Senado.

A proposta teve origem no Senado e previa apenas que as saídas temporárias fossem limitadas. No entanto, ao tramitar na Câmara, deputados decidiram extinguir o benefício. O texto aprovado prevê a revogação de todas as possibilidades de saída, que atualmente estão disponíveis para condenados em regime semiaberto, como visita à família durante feriados, frequência a cursos e participação em atividades.

“As saídas temporárias de presos, por mais que tenham um caráter social, tem colocado a população em risco. Segundo dados da Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo, 1.628 presos não retornaram às prisões após a saidinha do final do ano de 2021. Assim, a saída temporária causa a todos um sentimento de impunidade e tensão aos cidadãos e seus familiares”, comenta Macris

Para o relator, Capitão Derrite (PL-SP), a existência do benefício da saída temporária burla a própria lei penal, ao frustrar a proporcionalidade no cumprimento da pena. Além disso, ele destacou que muitos presos não retornam ao sistema prisional após a saída.

O texto aprovado também obriga a realização de exame criminológico como requisito para a progressão de regime e para a autorização de regime semiaberto. A análise deverá comprovar que o detento tem condições de se adaptar ao novo regime com autodisciplina, baixa periculosidade e senso de responsabilidade.


Governo de São Paulo lança plano de enfrentamento à varíola dos macacos

Notícia Anterior

Jô Soares morre aos 84 anos em São Paulo

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Brasil