Geral

Empresário de Campinas é preso durante operação contra financiadores dos atos golpistas

0
pf policia federal
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

Nesta quinta-feira (29), a Polícia Federal efetuou a prisão preventiva do empresário Diogo Arthur Galvão, de 36 anos, em um imóvel localizado no bairro de Cambuí, em Campinas (SP). Galvão é o terceiro alvo da 25ª etapa da Operação Lesa Pátria e está sendo investigado por seu suposto envolvimento nos atos golpistas que resultaram na depredação das sedes dos Três Poderes em 8 de janeiro de 2023.

Proprietário de uma empresa de comércio varejista de madeiras e artefatos na cidade de Campinas, Galvão já havia sido detido anteriormente pela mesma operação em setembro do ano passado, quando foi capturado no Paraguai e posteriormente extraditado ao Brasil junto a outros dois brasileiros.


????Participe do grupo de empregos do Portal de Americana no WhatsApp. Clique no link: https://bit.ly/3TIWfzS

A Polícia Federal possui vídeos que mostram o empresário convocando para os atos ocorridos em janeiro de 2023, além de gravações que o retratam realizando transmissões ao vivo durante as manifestações em Brasília, inclusive com registros fotográficos dentro dos prédios invadidos. Até o momento, a defesa de Galvão não foi localizada para comentar sobre o caso.

As investigações sobre os atos antidemocráticos de 2023 seguem em curso, com a PF buscando identificar e responsabilizar todos os envolvidos nas ações que atentaram contra a ordem constitucional do país.


Unimed 1


Presidente da Câmara também vai se filiar ao PL nesta sexta-feira em Americana

Notícia Anterior

Mulher com câncer avançado cria vaquinha e organiza bingo para custear tratamento

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Geral