Cotidiano

Justiça inocenta Diego De Nadai em acusação de agressão contra Omar

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

A Justiça de Americana absolveu o ex-prefeito Diego De Nadai no caso em que era acusado de agredir o então prefeito de Americana, Omar Najar(MDB) em agosto de 2019. A decisão do dia 11 de janeiro de 2023 é do juiz Wendell Lopes Barbosa de Souza.

A confusão generalizada aconteceu durante uma audiência no fórum da cidade. Durante uma troca de xingamentos, Diego teria acertado o rosto de Omar. Na época dos fatos, De Nadai se defendeu.

“Ele veio pra cima de mim numa tentativa clara de me agredir. Eu me esquivei e me defendi do mesmo modo. A mim não restava outra alternativa senão me defender, seja das agressões das palavras como também da agressão física que contra mim foi tentada”, declarou Diego em uma matéria publicada pelo Portal de Americana em 2019 (leia aqui).

De acordo com o juiz, nenhuma das testemunhas que estavam na sala viram a agressão. “Nenhuma das testemunhas presenciais compromissadas, dentre elas suas excelências o Juiz de Direito e o Promotor de Justiça presentes na ocasião, respectivamente o Eminente Dr. André Carlos de Oliveira e o Eminente Dr. Sérgio Claro Buonamici, bem como a Ilma. Servidora Eliana Medeiros Marani, Escrevente de Sala, avistaram a agressão em si, narrando apenas um tumulto ocorrido na sala de audiência e uma discussão acalorada entre as partes”, afirmou o magistrado.

Ouvidas todas as testemunhas e o Ministério Público, o juiz decidiu pela improcedência da ação. “Não há como se afirmar com segurança e acima de dúvida razoável que o réu atingiu a vítima com um soco, conclusão essa a que chegou o próprio Ministério Público, titular da presente ação penal”, diz um trecho da decisão. Ainda cabe recurso.

 


Siga o @portaldeamericana no Instagram (clique aqui)

Dino entrega ao STF réplica da Constituição furtada em atos gospistas

Notícia Anterior

PGR pede inclusão de Bolsonaro em inquérito sobre ataques terroristas

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano