São Paulo

PCC acessou câmeras do Governo de SP para monitorar viatura da Polícia Civil

0
d499998b 30ec 4434 8c47 c96c137b5eb0
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

Membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) envolvidos no plano para sequestrar e matar o senador Sérgio Moro (União-PR) tinham acesso a um sistema de câmeras de monitoramento do Governo de São Paulo.

A informação foi reportada pela Polícia Federal (PF) na representação que pediu a prisão de nove suspeitos de envolvimento no plano de atentado. O sistema em questão é o Detecta, programa inteligente que usa imagens de trânsito para reconhecer placas e monitorar a circulação de veículos.

canal whats

Em uma conversa interceptada pela PF, um dos integrantes envia a foto da placa de uma viatura descaracterizada da Polícia Civil de São Paulo e pede a um comparsa que descubra as rotas feitas pelo carro.

“Parceiro, precisava saber onde esse carro andou de sábado até hoje”, escreve. “Consegue dar uma força para mim? Pra ver no Detecta lá.” O criminoso logo recebe dados detalhados do veículo, incluindo números do chassi e motor.

A Polícia Federal afirma ter encontrado um ‘indicativo claro’ de que os criminosos têm acesso a dados sigilosos. “O que permite a eles agir com desenvoltura na prática de crimes, pois conseguem identificar veículos das forças de segurança”, afirma o delegado Martin Bottaro Purper.

A Polícia Civil de São Paulo abriu um inquérito para investigar o caso e identificar quem vazava informações para a facção.



Pedro Sampaio se declara bissexual e canta com Pabllo Vittar no Lollapalooza 2023

Notícia Anterior

Após 6 anos fechada, Chico Sardelli reabre UPA São José

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em São Paulo