Brasil

Polícia Federal conclui que Bolsonaro cometeu crimes na pandemia

0
Foto: Carolina Antunes/PR
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

Um relatório enviado pela Polícia Federal ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, no dia 22 de dezembro, conclui que o presidente Jair Bolsonaro(PL), cometeu crimes durante a pandemia da covid-19. O relatório é  assinado pela delegada Lorena Lima Nascimento.

“Pelas razões acima expostas, finalizamos a presente investigação criminal concluindo-se pela existência de elementos probatórios concretos suficientes de autoria e materialidade para se atestar que JAIR MESSIAS BOLSONARO e MAURO CESAR BARBOSA CID, em concurso de pessoas, cometeram os delitos de ‘provocar alarma, anunciando desastre ou perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto’, previsto do art. 41 da Lei de Contravenções Penais, bem como de ‘incitação ao crime’, previsto no art. 286 do Código Penal Brasileiro”, diz trecho do documento

Um dos crimes ocorreu durante a live semanal promovida pelo presidente. Na transmissão do dia 21 de outubro, Bolsonaro afirmou que os “totalmente vacinados contra a Covid-19″ estariam “desenvolvendo a síndrome de imunodeficiência adquirida muito mais rápido que o previsto”.

Bolsonaro também cometeu crime ao associar uso de máscaras à morte causada pela contaminação por gripe espanhola


PF atuará com mais de mil policiais na segurança da posse presidencial

Notícia Anterior

Americana é a cidade da região do polo têxtil que mais gerou empregos em novembro

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Brasil