Cotidiano

Professora Juliana cobra políticas públicas de proteção e defesa dos animais

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

A vereadora Professora Juliana (PT) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre as políticas públicas de proteção e defesa dos animais adotadas no município.

No documento, a parlamentar destaca que Americana não possui uma política pública efetiva para cuidar do bem-estar animal, assim vias públicas, praças e demais espaços estão repletos de animais abandonados que sofrem com a fome, frio e sede. E reforça que esses animais vivem à mercê da ajuda de voluntários como, por exemplo, Organizações da sociedade civil e protetores independentes.

“Por isso, solicitamos à administração municipal que informe que medidas estão sendo adotadas para controlar a população dos animais em situação de rua e quais ações estão sendo implantadas para promover a prevenção e o controle de doenças transmitidas. Ressalto ainda que é urgente a necessidade da criação de um Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais, visando à educação ambiental para a proteção deles e de seu habitat”, salienta Juliana.

No requerimento, a vereadora pergunta se existe levantamento do número de animais abandonados na cidade e se há a possibilidade de instituir a política municipal de estímulo à adoção de animais domésticos no município. Questiona ainda se há a possibilidade de implantar o Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais e se atualmente existe um telefone para informar o abandono ou maus tratos de animais. Pergunta também se o município tem previsão para a criação de abrigo público para os animais de rua.

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário na próxima sessão ordinária, que acontece nesta quinta-feira (29).


Empresa realiza promoção para higienização de sofás e cadeiras na região

Notícia Anterior

Americana libera vacinação contra covid-19 para pessoas com 28 anos

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano