Cotidiano

Americana antecipa prazo para segunda dose da vacina AstraZeneca

0
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Natal

A Secretaria de Saúde de Americana informou que a partir desta quinta-feira (28), o prazo para os moradores receberem a segunda dose da vacina AstraZeneca foi antecipado de 12 para oito semanas (56 dias).

A Vigilância esclarece que os moradores precisam observar a data da primeira aplicação no cartão de vacinação e, a partir daí contar os 56 dias de intervalo para agendar a segunda dose.

Os intervalos entre a primeira e segunda doses atualmente estão definidos da seguinte forma: A Coronavac precisa de 28 dias e a AstraZeneca de oito semanas (56 dias), Já a vacina da Pfizer são 21 dias para indivíduos com 18 anos de idade ou mais e oito semanas (56 dias) para pessoas com idade entre 12 e 17 anos.

Para quem precisa viajar
Em novo documento técnico da Secretaria Estadual da Saúde, também houve alterações no prazo do intervalo para quem precisa fazer viagens ao exterior, independente do meio de transporte. Nesse caso, o morador deverá comprovar a viagem junto à Vigilância Epidemiológica local, sendo que a antecipação ficou da seguinte forma para esses casos:

Situação vacinal Intervalo preconizado Antecipação por motivo de viagem

 

Pfizer 21 dias para adultos e 56 dias para adolescentes

 

 

Intervalo passa a ser de 21 dias, independente da faixa etária
AstraZeneca Oito semanas (56 dias) Poderá ser antecipado o intervalo para quatro semanas (28 dias)

 

Coronavac – primeira dose

 

14 a 28 dias Não houve alterações
Coronavac – para quem já tomou a segunda dose, porém irá viajar para países onde esta vacina ainda não foi autorizada.

 

Realizar dose adicional em pessoas com 60 anos ou mais (seis meses), imunossuprimidos (28 dias) e trabalhadores da saúde (seis meses). Administrar dose adicional, independentemente do grupo populacional, com intervalo mínimo de 28 dias.
Janssen (dose única) Realizar dose adicional em pessoas com 60 anos ou mais (seis meses), imunossuprimidos (28 dias) e trabalhadores da saúde (seis meses).

 

Não houve alterações


Minas suspende jogador por postagem com teor homofóbico

Notícia Anterior

TSE rejeita pedido para cassar chapa Bolsonaro-Mourão

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano