Cotidiano

Americana registra caso suspeito da “doença da urina preta”

0
Foto: Pixabay
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

Americana registrou um caso suspeito da doença da urina preta. A informação foi confirmada pela Unidade de Vigilância Epidemiológica ao Portal de Americana na tarde desta quarta-feira(22).

De acordo com a VE,  trata-se de uma mulher, 31 anos, que se encontra internada em hospital particular de Americana e apresenta quadro sugestivo de Síndrome de Haff.

De acordo com o Ministério da Saúde, a síndrome é causada por uma toxina que pode ser encontrada em determinados peixes como o tambaqui, o badejo e a arabaiana ou crustáceos (lagosta, lagostim, camarão). Quando o peixe não foi guardado e acondicionado de maneira adequada, ele cria uma toxina sem cheiro e sem sabor.

A unidade ressaltou que o caso é considerado suspeito e está sob investigação pelo GVE (Grupo de Vigilância Epidemiológica).


Anvisa determina recolhimento de lotes da CoronaVac

Notícia Anterior

SP antecipa de 12 para 8 semanas aplicação da segunda dose da Pfizer

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano