Brasil e Mundo

Doria afirma que não é responsável pela ‘saidinha’ de presos em SP

0
Foto: Leon Rodrigues / ASCOM- PMSP
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O governador de São Paulo, João Doria(PSDB), usou sua conta oficial no Twitter para rebater a informação de que autorizou a ‘saidinha’ dos presos no estado. Nos últimos dias mensagens circularam nas redes sociais atribuindo a autorização ao governador.

“Aos mentirosos de plantão: é decisão exclusiva do Judiciário definir sobre a “saidinha” de final de ano dos presos. Ou do Presidente da República no caso de indultos. Governadores não têm nenhuma interferência sobre o tema. É incrível como desinformam a população com Fake News”, disse Doria.

O governador foi questionado por uma seguidora. “Mas o senhor usou desse argumento como benefício de campanha, disse que em seu governo não haveria saidinha, ganhou eleição falando isso, enganando desavisados”, comentou Lilah Sara. A mensagem não foi respondida pelo tucano.

A saída de presos, autorizada pelo DEECRIM (Departamento Estadual de Execuções Criminais) começa a partir do dia 22 de dezembro e deve durar até dia 5 de janeiro de 2021.


Motorista perde o controle e ‘roda’ na Rodovia Anhanguera

Notícia Anterior

STF dá 48 horas para Ministro da Saúde informar datas de vacinação

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.