Cotidiano

Prefeitura anuncia fim do “carro da multa” e redução de vagas da área azul

0
carro multa
Foto: Reprodução
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

O prefeito de Americana, Chico Sardelli, revelou hoje uma série de alterações significativas que serão implementadas no sistema de estacionamento rotativo conhecido como área azul. Conforme o Portal de Americana noticiou mais cedo, o anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira(25), no gabinete da prefeitura.

Uma das principais mudanças anunciadas pelo prefeito é a remoção dos carros com câmeras que realizam a fiscalização dos veículos na área azul. A partir de agora, a fiscalização será realizada exclusivamente por fiscais a pé, que percorrerão as ruas da cidade para verificar e notificar os veículos que estiverem em situação irregular.

Além disso, Sardelli informou que haverá uma redução significativa no número de vagas disponíveis na área azul. De acordo com o contrato estabelecido em 2018, que previa a existência de 2.254 vagas, o número será reduzido para 1.366 vagas, representando uma diminuição de aproximadamente 40% na área de abrangência.

Para garantir um maior controle e eficiência no sistema, a cidade contará com um fiscal para cada 90 vagas, o que possibilitará uma fiscalização mais detalhada e ágil. Além disso, haverá a presença de 16 comércios autorizados a vender os tíquetes de estacionamento, oferecendo maior comodidade aos motoristas. Adicionalmente, um ponto fixo será instalado no calçadão para auxiliar os usuários no processo de compra dos bilhetes.

Outro importante anúncio feito pelo prefeito foi a garantia de que não haverá aumento no valor da tarifa de estacionamento pelos próximos dois anos. Desde o início do serviço em 2018, não houve reajuste no valor cobrado pela área azul, e essa política será mantida para beneficiar os cidadãos.




Governo Lula anuncia desconto de 1,5% a 10,8% para carros novos

Notícia Anterior

STF condena Collor por corrupção e lavagem de dinheiro

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano