Cotidiano

Gualter cobra providências sobre alagamentos na Avenida Rafael Vitta

0
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Natal

O vereador Gualter Amado (Republicanos) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações e providências da prefeitura quanto aos constantes alagamentos registrados na Avenida Rafael Vitta após chuvas fortes e sugere o desassoreamento do Córrego Pylles para solução do problema.

No documento, o parlamentar aponta que a avenida é frequentemente alagada com a água que transborda do Córrego Pylles, causando prejuízos à população do local. “Somos constantemente procurados por moradores da Rua Cícero Jones e imediações em períodos de chuva. Eles relatam os inúmeros problemas, incluindo prejuízos, enfrentados na região”, aponta.

Ainda de acordo com Gualter, os moradores apontam como uma das causas dos alagamentos o entupimento de bueiros por restos de podas dos canteiros da avenida. “Segundo eles, os galhos, folhas e mato demoram muito tempo para serem recolhidos pela empresa prestadora do serviço, o que acaba entupindo os bueiros e causando as enchentes”, acrescenta.

“Acreditamos também que o desassoreamento do córrego Pylles aumentaria a capacidade de armazenamento do volume de água de chuva, amenizando o problema”, conclui.

Gualter pergunta no requerimento se existem estudos para realização de obras visando soluções para os problemas de enchentes na Avenida Rafael Vitta, Rua Cícero Jones e região. Questiona se existe projeto para execução do desassoreamento do Córrego Pylles, principalmente no bolsão localizado na esquina da Rua Gonçalves Dias, e se a prefeitura tem conhecimento que a empresa responsável pela limpeza dos canteiros da Avenida Rafael Vitta não faz a retirada imediata dos restos das podas.

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em plenário, durante a primeira sessão ordinária após o recesso parlamentar, no dia 23 de janeiro.


Aposta de Americana fatura R$ 1 milhão na Lotofácil

Notícia Anterior

Salário mínimo deve subir “mais R$ 4 ou R$ 5”, diz Bolsonaro

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano