Cotidiano

Justiça proíbe médica de fazer ataques contra presidente da FUSAME

0
Foto: Reprodução
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Natal

A justiça de Americana proibiu a médica e ex-diretora técnica do Hospital Municipal de Americana, Adriana Carina Polito, de fazer qualquer menção contra o presidente da FUSAME – Fundação de Saúde do Município de Americana, Douglas Henrique Magalhães Ferreira.

A decisão, do dia 27 de outubro é assinada pelo do juiz da 3ª Vara Cível de Americana, Dr. Márcio Roberto Alexandre, que reconheceu como ofensiva as postagens da médica contra Douglas.

Os ataques começaram após a médica, que também é esposa do vereadora Daniel Cardoso, ser demitida do cargo de diretora do HM pelo prefeito Chico Sardelli.

“Convenço-me da presença da probabilidade do direito do autor, no sentido de que a requerida postou na internet através de seu “facebook”, considerações ofensivas ao autor, notadamente com relação à sua imagem e  reputação, e que tais comentários foram vistos por diversas pessoas, conforme comentários adunados aos autos”, diz um trecho da decisão.

O juiz arbitrou multa de R$ 300 em caso de descumprimento da liminar. Adriana também foi intimada, no prazo de 48 horas, para retirar as postagens com fotos e menções ao nome do presidente da fundação das redes sociais.

O Portal de Americana procurou a médica para comentar o caso, mas até a publicação não houve retorno das mensagens.


Anvisa libera novo medicamento à base de canabidiol

Notícia Anterior

Graduação FAM: aulas práticas e corpo docente qualificado

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano