Cotidiano

Morador da Praia dos Namorados morre com Febre Maculosa

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Eletro

A Secretaria de Saúde de Americana confirmou nesta terça-feira(29), a morte de um homem morador da Praia dos Namorados por Febre Maculosa. Ele morreu no dia 10 de agosto, m dia depois de ter sido internado no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi com sintomas sugestivos para febre maculosa, dengue, leptospirose e hantavirose.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, o paciente começou apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, diarréia e dores musculares no dia 7 de agosto, mas quando chegou ao hospital, no dia 9, seu quadro clínico já era muito grave. A Vigilância Epidemiológica havia enviado material do paciente ao Instituto Adolfo Lutz, que confirmou a doença pelo método PCR, exame de diagnóstico laboratorial de última geração, que identifica o DNA da bactéria.

Uma equipe técnica do PVCE (Programa de Prevenção e Controle de Carrapatos e Escorpiões) já esteve no local provável de infecção, para realizar pesquisa acarológica (pesquisa de carrapatos), na chácara onde ele trabalhava e também orientou seus familiares.

A Secretaria diz que há 14 áreas de risco na cidade e orienta para que as pessoas não adentrem os locais, porém se for preciso que siga algumas recomendações como utilizar roupas claras porque facilitam a visualização dos carrapatos, colocar a barra das calças dentro das meias e calçar botas de cano alto, examinar o corpo cuidadosamente a cada três horas pelo menos, porque esses carrapatos transmitem a bactéria causadora da Febre Maculosa, depois de algumas horas após a picada na pele, se em um período de 2 a 14 dias após frequentar estes locais, o indivíduo apresentar febre alta, dores no corpo, dores de cabeça, calafrios e manchas avermelhadas na pele, deverá procurar imediatamente o serviço de saúde e no momento da consulta informar ao médico sobre o contato com carrapatos

Odir propõe realização de feira livre noturna em Americana

Notícia Anterior

Defesa Civil alerta para a baixa umidade do ar

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano