BrasilEleição 2022

Moraes rejeita ação golpista do PL, dá multa de R$ 22,9 mi e bloqueia fundo

0
Foto: Carolina Antunes/PR
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, decidiu negar pedido feito ontem (22) pelo PL questionando votos do segundo turno das eleições, realizado em 30 de outubro.

Na decisão, Moraes rebateu as questões técnicas levantadas pelo partido do presidente Jair Bolsonaro. O ministro disse que o partido não fez o aditamento de supostas irregularidades no primeiro turno e não apresentou indícios que justifiquem a instauração de verificação extraordinária da apuração.

Na mesma decisão, Alexandre de Moraes condenou a Coligação Pelo Bem do Brasil, que apoiou a candidatura de Bolsonaro nas eleições deste ano, por litigância de má-fé e aplicou multa de R$ 22,9 milhões. Também foi determinada a suspensão de repasses do Fundo Partidário para a coligação até o pagamento da multa.


Maria Giovana é condenada a pagar multa por propaganda irregular durante a campanha

Notícia Anterior

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Brasil