Brasil e Mundo

Novo bispo da Diocese de Limeira é acusado por omissão de abusos sexuais

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O novo bispo da Diocese de Limeira, que inclui Americana, Dom José Roberto Fortes Palau é acusado de omissão em um caso de denúncias de crimes sexuais contra um adolescente que ocorreram em São Paulo. Palau foi nomeado como bispo de Limeira após Dom Vilson Dias de Oliveira renunciar do cargo depois de ser denunciado por crimes do mesmo gênero. A vítima pede uma indenização de R$ 5 milhões por danos morais .

DENÚNCIA
Na última sexta-feira(4), a revista IstoÉ publicou uma reportavam em que retrata o caso do jovem Elissandro Dias Nazaré de Siqueira, de 24 anos, que acusa o padre Bartolomeu da Silva Paz de ter cometido abusos contra ele ainda quando era adolescente.

Os abusos teriam acontecido na Paróquia Monte Serrat, no Largo da Batata, em São Paulo e em outras dependências da igreja. O processo assinado pelos advogados Guilherme Dudus e Maristela Basso conta com mais de 700 páginas.

A vítima disse em entrevista que já tentou tirar a própria vida por causa dos abusos. “Já tentei me matar, fico vendo que nada é feito. Fui abusado, isso aconteceu comigo. As pessoas acham que é pelo dinheiro, mas eu quero que justiça seja feita”, disse Elissandro.

De acordo com o processo, Dom José, Bispo de Limeira e outros quatro religiosos são acusados de omissão aos abusos supostamente cometidos pelo padre Bartolomeu. Também são citados na ação o Cardeal Dom Odilo Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo e Dom Eduardo Vieira dos Santos, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo, além do Padre Adalton Pereira de Castro.

“Ele ficava me ameaçando de morte. Ele tinha uma arma, ele me ameaçava. Ele escondia a arma no guarda-roupa dele, e falava que se eu dissesse alguma coisa ele ia matar a minha família. Eu tinha medo. Eu nunca quis estar com ele”, disse à IstoÉ.

CASO PARECIDO
Dom José assumiu a Diocese de Limeira após a renúncia de Dom Vilson Dias de Oliveira, em 17 de maio de 2019. Vilson é acusado de cometer crimes financeiros e acobertar crimes sexuais de padres da diocese, entre eles, o Padre Pedro Leandro Ricardo, ex-reitor da Basílica de Santo Antônio, em Americana. A dupla Vilson e Leandro é ivestigada pelo Vaticano e pela justiça brasileira.

Foto: Reprodução/Facebook

Procurada, a Diocese de Limeira, através de sua assessoria de imprensa ainda não se manifestou sobre o caso. Caso se pronuncie, a nota será acrescentada aqui.

A reportagem completa divulgada pela IstoÉ está disponível neste link.


Bolsonaro zera alíquota de imposto de importação de revólver e pistola

Notícia Anterior

Idoso de 71 anos do Vale das Nogueiras tem óbito confirmado por Covid-19

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.