Cotidiano

Padre Leandro pede afastamento da Basílica de Americana

1
Fotos: Divulgação/Reprodução/Facebook
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Natal

O padre Pedro Leandro, reitor da Basílica de Americana pediu afastamento de sua função, em um oficio encaminhado ao Bispo da Diocese de Limeira, neste sábado(26). Um inquérito policial instaurado na última semana na Delegacia Seccional de Americana apura possível apropriação indébita de Leandro e do Bispo Dom Vilson (veja na galeria de imagens abaixo).

No documento o padre justifica o pedido. “Estou na Basílica Santuário há quase seis anos, período que realizamos inúmeras ações pastorais e estruturais que tomaram completamente meu tempo e minha energia. Aliado a isso assumi junto a diocese outras funções que acumulei com o meu imenso trabalho em Americana. Diante de tudo isso, sinto que neste momento que se faz necessário o meu afastamento para cuidar da minha saúde e restaurar minhas plenas capacidades, a fim de continuar a nossa ação evangelizadora na Basílica Santuário”, escreveu.

Em decreto também publicado neste sábado, Dom Vilson Dias de Oliveira, bispo diocesano concedeu o afastamento das funções e nomeou o novo Administrador Paroquial da Basílica. Padre Edmilson José da Silva deve assumir por tempo indeterminado as funções. A carta de nomeação deverá ser lida em todas as missas deste domingo(27).

Leandro foi ordenado padre em 26 de fevereiro de 2000, e teve passagens pelas Paróquias São Sebastião, em Porto Ferreira, e Bom Jesus dos Aflitos, em Pirassununga, até ser nomeado Pároco da Paróquia São Francisco de Assis, em Araras, onde permaneceu por 11 anos. Ele assumiu como pároco da então matriz de Santo Antônio em Americana, em fevereiro de 2012 e fez parte do processo de elevação à Santuário e posteriormente à Basílica.

Leandro se envolveu em diversas polemicas a frente da Basílica, uma delas é o caso de uma fiel que afirma que ele negou a comunhão porque ela chegou atrasada na missa.

Leandro e o bispo não foram encontrado para comentar o caso de afastamento e o inquérito policial.


Ministério da Justiça diz que PF investiga ameaças a Jean Wyllys

Notícia Anterior

Bolsonaro chega ao Hospital Albert Einstein em São Paulo

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano