Brasil

PM agride mulher com soco no rosto em academia de Goiânia

0
soco pm
Foto: Reprodução
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

O policial militar Luiz Pereira da Silva Neto Moura de Macena foi flagrado por câmeras de segurança na tarde desta terça-feira, 28, agredindo uma mulher dentro de uma academia da rede Bluefit em Goiânia.

Nas imagens, que viralizaram nas redes sociais, Macena se aproxima da jovem de shorts roxo enquanto ela conversa com dois homens. Ela empurra o policial, que revida com um soco em seu rosto.

canal whats

Macena também tenta agredir os dois rapazes que queriam apartar a briga.

A PM de Goiás informou que Macena encontra-se de férias e o caso ‘está sendo acompanhado pelo Comando de Correições e Disciplina, que instaurou Processo Administrativo Disciplinar’.

O motivo da agressão teria sido o fato de a jovem ter supostamente demorado em um aparelho que a mulher de Macena, que o acompanhava na academia, também queria usar.

Como a agressão não foi cometida no exercício de suas funções como policial militar, Macena deverá ser investigado pela Polícia Civil e, caso venha a ser denunciado pela Promotoria, será julgado na justiça comum.

COM A PALAVRA, A POLÍCIA MILITAR DE GOIÁS

A Polícia Militar do Estado de Goiás se manifestou sobre o ocorrido por meio da seguinte nota: “A PMGO teve ciência dos fatos ocorridos, que se tratam de um policial militar em gozo de férias regulamentares. O episódio está sendo acompanhado pelo Comando de Correições e Disciplina, que instaurou Processo Administrativo Disciplinar face aos acontecimentos. A Polícia Militar de Goiás reitera que não compacta com nenhum tipi de desvio de conduta.”

COM A PALAVRA, A REDE DE ACADEMIAS BLUEFIT

A reportagem entrou em contato com a rede de academias Bluefit, local em que ocorreu a agressão. Até a publicação da reportagem, não houve retorno. O espaço está aberto para manifestação.

COM A PALAVRA, O POLICIAL MILITAR LUIZ PEREIRA DA SILVA NETO MOURA DE MACENA MENDONÇA

Até a publicação deste texto, a reportagem tentou contato com o policial militar Luiz Pereira da Silva Neto Moura de Macena Mendonça, mas sem sucesso. O espaço está aberto para manifestação.



Brasileiro preso em aeroporto de Lisboa transportava carne humana, diz jornal

Notícia Anterior

Anitta critica Warner Music e expõe ‘sonho de sair fora’ da gravadora

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Brasil