Cotidiano

Professor do Polivalente é demitido por justa causa após falas homofóbicas

0
Fotos: Will Moreira/ Reprodução
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O professor da Etec Polivalente de Americana, Roberto Torezan, que fez um discurso homofóbico durante uma aula em fevereiro de 2022 foi demitido por justa causa da rede estadual. A publicação da exoneração aconteceu nesta quinta-feira(16), no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

O caso ganhou repercussão após alunos gravarem uma das aulas de matemática e divulgarem o áudio nas redes sociais. Durante a fala, Torezan disse que acompanhou a filha durante um casamento homoafetivo.

“Eu fui num casamento com a minha filha, porque ela fez história, e esse curso de história é o que dá mais gente ‘da pá virada’, pessoal crítico […] Na hora que terminou [o casamento], um deles falou: ‘Muito obrigado, nós vamos ter muitos filhos’… O que? Dois homens, muitos filhos?”, ironizou. Logo em seguida os alunos sugeriram que o casal poderia adotar ou gerar por barriga de aluguel.

Segundos relato, essa não foi a primeira vez que o professor fez discursos homofóbicos. Na época da divulgação do áudio, alunos e apoiadores protestaram em frente a unidade escolar.

Após o protesto, o Centro Paula Souza instaurou um procedimento administrativo disciplinar para apuração que culminou na demissão.

O Portal de Americana não conseguiu localizar o professor para comentar o caso. O espaço segue aberto.


Eleitores participarão do teste de integridade das urnas com biometria

Notícia Anterior

Vacina contra a varíola dos macacos deve chegar ao Brasil este mês

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano