Brasil e Mundo

TSE pede que Bolsonaro seja investigado por fake news sobre urnas eleitorais

0
Foto: Anderson Riedel/PR
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 

O Tribunal Superior Eleitoral aprovou, por unanimidade, na noite desta segunda-feira(2), a abertura de um inquérito e o envio de uma notícia-crime ao Supremo Tribunal Federal contra o presidente Jair Bolsonaro.

Todos os ministros votaram a favor da instauração de inquérito que teve origem na sugestão do corregedor-geral Eleitoral, ministro Luíz Felipe Salomão. O inquérito vai investigar possíveis crimes de corrupção, fraude, condutas vedadas, propaganda extemporânea, abuso de poder político e econômico na realização dos ataques ao sistema eleitoral.

Já a notícia-crime solicitada pelo ministro Luíz Roberto Barroso, pede para que seja investigada a live em que Bolsonaro prometeu apresentar provar as fraudes das urnas, mas não o fez. Neste caso, o presidente será investigado por disseminação de informação falsa.

Em atualização


Prefeitura decide manter o abrigo da Fidam por mais tempo

Notícia Anterior

Thiago Braz conquista bronze no salto com vara

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.