Cotidiano

À beira do colapso, prefeito coloca Campinas na fase vermelha

0
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Eletro

Campinas entra na Fase Vermelha do Plano São Paulo a partir desta quarta-feira, 3 de março. A medida, válida até 16 de março, é necessária por conta do crescente número de casos de Covid-19 na cidade e também por conta da ocupação de leitos. Uma nova avaliação será feita no dia 9 de março.

Na Fase Vermelha, apenas os serviços essenciais podem funcionar, como mercados, farmácias, padarias, açougues, postos de combustíveis, lavanderias, meios de transporte coletivo, transportadoras, oficinas de veículos, hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria e pet shops.

“Vivemos um momento de quase colapso na saúde da cidade. Não é uma decisão fácil, mas o poder público tem que agir quando é preciso, mesmo quando essas decisões são amargas”, disse o prefeito Dário Saadi, durante transmissão ao vivo.

Ainda segundo ele, houve consenso nesta decisão. “Entre a omissão de ver a rede em quase colapso e adotar medidas duras, optamos por agir. Estamos baseados, não só nos números da cidade, mas também baseados no que está acontecendo em outras metrópoles”, completou.

O secretário de Justiça, Peter Panutto, explicou que o decreto da Fase Vermelha vai suspender o decreto 20.901, que autoriza o funcionamento de atividades não essenciais. “A partir de amanhã, atividades como comércio, academias, shoppings, salões de beleza, barbearia não poderão funcionar. Os bares e restaurantes não poderão ter atendimento presencial, para este segmento só estão autorizados os serviços de retirada e delivery”, disse.

O comércio também pode funcionar com retirada e delivery, desde que as entregas das mercadorias sejam feitas sem que o consumidor saia do seu veículo.

As escolas de todos os níveis também estão proibidas de realizar atividades presenciais. Estão liberados apenas os cursos relacionados à área de saúde. “A determinação vale para escolas privadas e públicas, incluindo as estaduais. O prefeito, como autoridade sanitária máxima tem essa prerrogativa e pode implementar medidas mais rigorosas que as estaduais”, explicou Panutto.

As atividades religiosas, como são classificadas como essenciais, poderão ser realizadas, porém, com limitação de horário e público. O funcionamento dos templos e igreja terá que ser encerrado às 20h e a capacidade de ser de até 30%.

Covid-19 mata mais três moradores de Americana

Notícia Anterior

Sam’s Club anuncia vagas de emprego para loja da Avenida Brasil

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano