Cotidiano

Dória inclui professores e policiais no grupo prioritário; vacinação começa dias 5 e 12 de abril

0
Foto: Divulgação/GOVSP
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli dois amores 2021

O governo de São Paulo anunciou na tarde desta quarta-feira(24), novas medidas de combate ao coronavírus no estado. Entre os anúncios feitos pelo governador, João Doria, está a inclusão de policiais e educadores no grupo prioritário.

A partir de 5 de abril, 180 mil policiais civis, militares e técnicos-científicos, agentes penitenciários, bombeiros e guardas civis metropolitanos começam a ser vacinados. A meta é vacinar todos os integrantes de forças de segurança que estão na ativa.

Já no dia 12, 350 mil professores e demais funcionários de escolas estaduais, municipais e particulares com idade a partir de 47 anos também serão incluídos na campanha. Para profissionais da rede privada, haverá apresentação obrigatória dos dois últimos contracheques para evitar fraudes na vacinação.

O público-alvo representa cerca de 40% de todos os profissionais da educação básica em São Paulo. Inicialmente, o Governo do Estado está priorizando profissionais com idade em que a incidência de casos moderados e graves da COVID-19 é mais alta.


Morador de Indaiatuba que tomou o “Kit Covid” terá que fazer transplante de fígado

Notícia Anterior

Petrobras reduz preço de gasolina e diesel nas refinarias

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano