Brasil e Mundo

Governo Bolsonaro vai confiscar vacinas contra o coronavírus

0
Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O governador de Góiais, Ronaldo Caiado, revelou na tarde esta sexta-feira(11), que o governo do presidente Jair Bolsonaro pretende “confiscar” as vacinas produzidas no Brasil. De acordo com Caiado, o Ministério da Saúde vai editar uma Medida Provisória sobre o assunto.

A medida atinge o estado de São Paulo. De acordo com a divulgação do Governador de SP, João Doria, o Instituto Butantã iniciou a produção de 1 milhão de doses diárias da vacina CoronaVac.

“O ministro Pazuello me informou que será editada uma Medida Provisória que vai tratar dessa centralização e distribuição igualitária das vacinas. Toda e qualquer vacina certificada que for produzida ou importada será requisitada pelo Ministério da Saúde”, disse o governador em uma postagem no Twitter.

“Toda e qualquer vacina registrada, produzida ou importada no País será requisitada, centralizada e distribuída aos Estados pelo Ministério da Saúde. Pazuello me informou isso aqui em Goiânia, hoje. Nenhum estado vai fazer politicagem e escolher quem vai viver ou morrer de Covid”, afirmou Caiado.

A requisição será baseada no artigo 3 da lei federal 13.979, de fevereiro deste ano, que trata de uma série de medidas para enfrentamento do coronavírus.

Em 27 de março de 2020, João Doria, confiscou 500 mil máscaras da empresa 3M, localizada em Sumaré.


Feira noturna do Zanaga será às quartas-feiras em dezembro

Notícia Anterior

Aposta de Santa Bárbara ganha R$ 2,2 milhões na loteria

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.