Cotidiano

Juninho Dias propõe reconhecimento de utilidade pública da Associação de Ginástica Rítmica de Americana

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O vereador Juninho Dias (MDB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um projeto de lei que declara de utilidade pública municipal a Associação de Ginástica Rítmica de Americana (Agra).

Na exposição de motivos, o autor menciona que a associação tem trabalhado no município há oito anos prestando serviço de aulas de ginástica artística para crianças e promoção de eventos sociais e destaca que a modalidade desenvolve capacidades motoras como a coordenação, postura, autocontrole, flexibilidade, força, destreza, resistência, ritmo, agilidade e equilíbrio.

Segundo o parlamentar, atualmente a associação dispõe de equipes de escolinha, bem como atletas de alto rendimento, permitindo que a criança cresça junto ao esporte, agregando diversos valores culturais, éticos e participando do desenvolvimento pessoal de cada criança.

“A Agra presta um serviço de excelência no município. A declaração de utilidade pública poderá proporcionar à entidade maior capacidade de captação de recursos, além de concretizar ainda mais o reconhecimento que essa entidade já vem conquistando há anos na cidade”, frisa o autor, que preside a Comissão de Cultura, Esporte e Lazer do Poder Legislativo.

“A ginástica rítmica tem tudo pra crescer em Americana. Sempre fomos referência e a Agra tem um papel fundamental nisso. A utilidade pública é um reconhecimento merecido e que abrirá portas para novas ginastas na cidade e, consequentemente, para o fortalecimento do esporte na cidade”, acrescentou o vereador.

O projeto de lei será encaminhado às comissões pertinentes e, não havendo impedimento legal para sua tramitação, será discutido e votado pelos vereadores em plenário durante sessão ordinária.


Mega-Sena sorteia nesta quinta prêmio acumulado em R$ 40 milhões

Notícia Anterior

Prefeitura lança projeto de incentivo à inovação e tecnologia

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano