Cotidiano

Menino de 13 anos precisa de ajuda para comprar cadeira de rodas

0
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli dois amores 2021

Guilherme, de apenas 13 anos, que teve uma parada cerebral com sequelas irreversíveis precisa de ajuda. O garoto era saudável, mas em uma noite teve uma convulsão dormindo e após uma bronco aspiração, sofreu uma parada cardiorrespiratória. Ele ficou 60 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva.

O pequeno cresceu a precisa de uma nova cadeira de rodas já que a que ele possui é a mesma desde os sete anos de idade.

Por conta do tempo que ficou acamado, ele precisa passar por uma cirurgia devido a uma escoliose severa, mas devido a pandemia da covid-19, a cirurgia está sendo adiada. A única maneira de levar mais conforto ao menino é a utilização de uma cadeira de rodas mais confortável feita sob medida.

A cadeira custa R$5.850,00 e a cadeira para o banho R$1.391,50, totalizando R$7.241,00. A mãe do Guilherme foi às rede sociais e fez um apelo para arrecadar o valor.

“Alguns amigos irão se lembrar que há pouco mais de 1 ano, fiz uma postagem sobre a ida do Gui há AACD, por conta da escoliose severa q ele estava, lá foi diagnosticado que a única alternativa para uma possível solução seria uma grande cirurgia, porém logo após entramos nesse pesadelo de pandemia, onde tudo foi adiado e com isso a escoliose do Gui só foi aumentando e causando cada vez mais desconforto e dor! Contudo o mínimo que podemos fazer por ele, é adaptar tudo a sua necessidade momentânea! Por isso venho através deste post pedir ajuda!”, disse a mãe Nathalia Fernanda.

As doações estão sendo coletadas pela mãe que disponibilizou a conta para receber qualquer valor para atender a necessidade do garoto.
Banco Santander – Agencia: 4502 – Conta Corrente: 01022843-3 – CPF: 600.807.791-15 ou através da chave Pix o CPF 600.807.791-15


Guarda arrecadam alimentos para mulher que sofreu violência doméstica

Notícia Anterior

Doria autoriza mais uma semana da fase de transição e amplia horário do comércio

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano