Brasil e Mundo

Motos começam a pagar tarifa de pedágio na Anhanguera

0
Foto: Marcos Santos/ Usp Images
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 

Desde a zero hora desta sexta-feira(18), os motociclistas que transitam pelas Rodovias Anhanguera (SP-330) e Armando Salles de Oliveira (SP-322), na região de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, pagam pedágio.

As cobranças seguem um modelo pioneiro no país de “cobrança semiautomática” com foco nas motos, que passarão a pagar metade da tarifa de pedágio dos veículos de passeio. Os motociclistas terão como opção pagar por meio de uma pulseira ou um cartão equipado com chip pré-pago, evitando assim ter que tirar as luvas, manusear bolsos e bolsas e, ainda, ter que guardar o troco no momento da passagem. A adesão ao pagamento por chip é opcional.

As tarifas, com valores entre R$ 2,85 e R$ 5,50, equivalem a metade da tarifa dos carros, serão cobradas nas praças de Sertãozinho, Ituverava, Pitangueiras e Sales Oliveira, onde não havia esta cobrança.

Também a partir de hoje, as tarifas de pedágio ficarão mais baratas em quatro praças das rodovias estaduais paulistas Anhanguera (SP 330), Atílio Balbo e Armando Salles Oliveira (SP 322). O benefício atende os veículos que utilizam diariamente os trechos dessas duas rodovias e integra a política pública da 4ª etapa do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo que prevê uma série de benefícios e modernizações para a malha paulista.

Por exemplo, na praça de Ituverava (Rodovia Anhanguera, SP-330), a redução da tarifa vai variar de R$ 2,10 (pagamento manual) a R$ 2,65 (pagamento eletrônico). Para ter ideia do que isso representa, o usuário que passa nos dias de trabalho na praça de Ituverava pode alcançar uma economia mensal de R$ 92,40 no pagamento do pedágio manual. Caso opte pelo pagamento automático, a economia pode ser de R$ 116,60 devido o desconto adicional de 5% na tarifa.


Vic Center tem comida a vontade por R$29,90 no Buteco Colonial

Notícia Anterior

Emprega FAM recebe 9 mil pessoas

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.