Cotidiano

Mutirão de limpeza já recolheu mais de 30 toneladas de materiais

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli dois amores 2021

O mutirão de limpeza da Prefeitura de Americana recolheu, em três semanas de trabalho, 31,4 toneladas de materiais inservíveis, entulho, móveis, madeira e restos de poda das áreas e vias públicas da cidade. O serviço é um reforço da prefeitura planejado pelo prefeito Chico Sardelli para atender as demandas, evitando a proliferação de animais peçonhentos, do mosquito da dengue, e a obstrução de bocas de lobo, que causam entupimentos e enchentes.

O secretário de Meio Ambiente, Fabio Renato de Oliveira, celebrou mais uma semana de serviços realizados e a quantidade de materiais recolhidos desde o início da ação. “Quero parabenizar a todos os servidores envolvidos e empenhados no mutirão e vamos continuar trabalhando, pois, as demandas não param”.

Nesta semana, o mutirão de limpeza coletou 9.649 quilos de materiais diversos. O trabalho foi realizado no Jardim Santana, Colina, Avenida Antonio Pinto Duarte (revitalização da pintura de guias e sarjetas), Avenida Nossa Senhora de Fátima, Cordenonsi, São Domingos, Parque das Nações, Nova Carioba, Jardim Horto Florestal, Jardim Helena, Belvedere, Praça Divino Salvador, Praças Comendador Müller, do Trabalhador, Hermes Fanelli, Hidebrando Gobbo, Antonio Batista (Mathiensen), Alfredo Spinolla de Mello Junior (Antônio Zanaga), Jardim Bela Vista, Parque Novo Mundo, Jardim São Pedro, Colina, Vila Medon, Avenida Mém de Sá (Antônio Zanaga), Jardim Mário Covas, Jardim São Paulo, Campo Limpo, Residencial Nardini, Centro, Jardim Guanabara, São José, Vila Redher, Nova Americana, , Belvedere, Vila Bertine III, Campo Limpo, São Manoel, Jardim Paulista, Jardim da Balsa, entre outros locais.

“Os trabalhos de limpeza em geral foram intensificados neste período de chuvas, quando também estão sendo limpas as galerias e bocas de lobo, para evitar entupimentos e prevenir enchentes, pois materiais jogados nas vias, como pets, sacos plásticos, lixo, entre outros, acabam obstruindo as tubulações de águas pluviais. O descarte irregular de materiais é passível de multa. O município oferece nove ecopontos para a população depositar diversos materiais”, ressaltou o secretário de Obras e Serviços Urbanos (Sosu), Adriano Alvarenga Camargo Neves.

A população pode colaborar na limpeza da cidade levando o material descartável e inservível até o ecoponto mais próximo de sua residência. Os ecopontos funcionam nas regiões do Jardim dos Lírios/Vila Mathiensen (Rua Siriemas, 500, próximo à Garagem Municipal), Jardim Bertoni (Avenida Roma, 4.483, esquina com Rua Madri), Jardim da Paz (Rua Estevão Carlos Vicentini, 175, no Residencial Dona Rosa), Antonio Zanaga (Rua Rayon Viscose, 209, Distrito Industrial), Praia Azul/Jardim da Mata (Rua dos Pinhais, 61, esquina com a Rua Pantanal), Catharina Zanaga (Rua Carmine Feola, 1.327), Nova Carioba (Rua José Nicoletti, 110) e Werner Plaas/Machadinho (Rua do Mecânico, 45) e Jardim Guanabara (Rua Castelo, 225).

Cada munícipe pode levar um metro cúbico de resíduo por dia ao ecoponto, que recebem materiais recicláveis, restos da construção civil, móveis, entulhos, tijolos, restos de azulejo, de poda de árvore, de madeiras, equipamentos eletro eletroeletrônicos pneu (no máximo três).

Não é permitido levar ao ecoponto lixos domiciliar, industrial, hospitalar e eletrônico pilhas e baterias), tintas, produtos químicos, gesso, lâmpadas e animais mortos.

Os ecopontos funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Aos sábados, das 8h às 17h e, aos domingos e feriados, das 8h às 12h.


Prefeitura remove guarita na entrada da cidade; local passará por remodelação

Notícia Anterior

Dono de bar de Americana é preso após chamar guarda de “neguinho safado”

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano