Cotidiano

Thiago Martins vai acionar conselho de ética da câmara contra Dr. Daniel

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O presidente da Câmara Municipal de Americana, Thiago Martins(PV), disse que vai acionar o vereador Dr. Daniel Cardoso(PDT) no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da casa. A informação foi dada durante uma entrevista para uma rádio local e confirmada ao Portal de Americana nesta sexta-feira(29).

A motivo do acionamento são publicações feitas pelo vereador nas redes sociais. O estopim foi uma postagem em que Daniel associa vereadores a um ‘puxadinho’ da prefeitura, após os vereadores optarem pela abstenção na votação do projeto de emenda à Lei Orgânica do Município nº 2/2020, de autoria do vereador Gualter Amado (Republicanos), que proíbe a destinação de resíduos sólidos de outras cidades a aterros sanitários instalados na cidade.

O  vereador Juninho Dias(MDB) é o presidente do conselho que também tem como membros a vereadora Professora Juliana(PT) e Leo da Padaria(PV).

“Tem vereador [Daniel Cardoso] que está abusando, fazendo graça, está querendo aparecer,  ser o centro das atenções e está ofendendo e afetando os próprios colegas da casa”, disse Martins que afirmou ainda que foi procurado por outros vereadores para conversar sobre uma possível medida contra Daniel.

“Nós vamos jogar a reponsabilidade para o conselho entender o que está acontecendo e se tiver que notificar,  chamar a atenção ou se tiver que levar o vereador para plenário, a gente vai fazer da maneira correta”, afirmou o presidente.

A postagem feita por Daniel nas redes sociais e citada pelo presidente foi apagada horas depois. O acionamento do conselho de ética deve acontecer nos próximos dias e, caso um processo seja aberto, Daniel pode receber um notificação, afastamento ou até mesmo a perda do mandato.

EXONERAÇÃO
Conforme o Portal mostrou no dia 11 de abril (veja aqui), Daniel deve ser exonerado do seu cargo concursado no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi. A demissão por justa causa ocorre após uma sindicância interna em que apurou uma confusão envolvendo outros funcionários da prefeitura e a também médica e esposa do vereador, Dra. Adriana Carina Polito.

Procurados, Daniel e Juninho Dias ainda não se pronunciaram sobre o caso.


Filme sobre Escola de Goleiros é sucesso em noite de estreia

Notícia Anterior

Câmara aprova criação do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano