Cotidiano

UTI do Hospital Municipal é fechada após três casos de superbactéria

0
Foto: Will Moreira
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

A UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana, foi fechada após a identificação de três casos da superbactéria KPC (Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase). A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde ao Portal de Americana.
De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, o último caso foi identificado no dia 2 de dezembro, por meio do acompanhamento feito pelo nosso da CCIH (Comissão de Controle de Infecção Hospitalar). Não há registros de mortes por conta da KPC.
“Para evitar que houvesse uma contaminação maior da bactéria, que é comum em hospitais, foi tomada a iniciativa de fazer o bloqueio da UTI, impedindo a admissão de novos pacientes no espaço”, disse a secretaria em nota.
Ainda de acordo com a pasta, passados os 15 dias, a equipe do HM já considera a situação controlada e a reabertura da UTI deve ocorrer nos próximos dias.
“Neste momento, como nosso CCIH já considera o caso como controlado, e sendo assim os pacientes que ainda necessitarem de cuidados intensivos serão gradativamente transferidos para a UTI que já se encontra em condições de receber novos pacientes”, informou a secretaria.

Americana ganhará 28 casas para idosos de baixa-renda

Notícia Anterior

Daniel e Thiago Brochi protagonizam bate-boca na sessão da Câmara

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano