Cotidiano

Em suposto áudio, diretor geral do Dom Bosco critica ação da polícia em ataque

0
Foto: Aline Basanella
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Arraia Tivoli

Um áudio atribuído ao Padre Aramis Francisco Biaggi, diretor geral do Colégio Dom Bosco, começou a circular na tarde desta segunda-feira(29), após o ataque de um adolescente a funcionários do local.

Na gravação, o autor se identifica como Aramis e critica a ação das forças policiais na ocorrência. A Polícia Militar e a Guarda Municipal de Americana atenderam o chamado de um aluno que entrou com uma arma de chumbinho e bombas caseiras na escola. Uma funcionária foi atingida e logo em seguida o garoto de 13 anos atirou contra si. Leia sobre a ocorrência aqui.

De acordo com a gravação, o adolescente queria ‘acertar as contas com a direção e a coordenação’.

Em um trecho, o homem diz que a polícia é terrível e que estava disputando o troféu da ocorrência trágica. “Tem quatro esquadrões da polícia militar aqui. Está uma festa que você vê helicóptero, parece aquela polícia dos Estados Unidos. […] Os quatro batalhões estão disputando quem vai levantar o troféu, a polícia também é terrível”, afirmou na gravação.

No final do áudio, o homem demonstra preocupação pelos alunos que podem cancelar a matrícula no colégio. “Eu creio que, se Dom Bosco nos ajudar, mas pode ser que muitas transferências vão sair por causa disso, mas paciência”, disse.

Um fonte que preferiu não ser identificada confirmou ao Portal de Americana que o áudio foi enviado pelo padre aos funcionários da escola. O Portal não conseguiu localizar Aramis para comenta o fato.

Ouça abaixo o áudio que circula nas redes sociais


Nathália Camargo tenta lucrar com verba trazida por Macris

Notícia Anterior

Governo Bolsonaro troca comando do exército, marinha e aeronáutica

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano