Cotidiano

Modelo de Americana é agredida pelo ex-companheiro com a filha no colo

0
Fotos: Reprodução
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

Uma modelo de Americana foi agredida pelo ex-companheiro na noite do último dia 26 de maio, no bairro São Jerônimo, em Americana. O caso ganhou repercussão após Nathália Vella expor fotos do seu rosto machucado das agressões.

De acordo com um registro efetuado na Delegacia de Defesa da Mulher, em Americana, Nathália informou que mantinha o relacionamento com o agressor, Leandro Ponce, há cinco anos e, que após descobrir traições tentou por fim ao relacionamento. No início deste ano(2021), a vítima procurou a a Ordem dos Advogados do Brasil para dar início ao processo de separação.

O casal possui uma filha de dois anos e uma de quatro meses e, por isso, a vítima permitia que o pai tivesse contato com as crianças.

No dia 26, Leandro estava na casa da vítima com as filhas, enquanto a Nathália teria saído para comprar um presente da aniversário para a criança.

Ao retornar ao imóvel, a jovem foi surpreendida pelo rapaz que tinha pego seu celular e lido conversas com amigas dela. De acordo com o registro, a vítima declarou que o agressor fez diversas perguntas insinuando que ela teria levados outras pessoas na residência. Durante a discussão, a filha amis nova  do casal estava no colo do homem e, como ele estava muito exaltado, Nathália tentou pegou a filha.

Os dois discutiram verbalmente. Leandro desferiu golpes de soco no rosto e na cabeça da vítima que caiu no chão com a filha de quatro meses.

O agressor usou fios de carregador de de um mouse para tentar estrangular a vítima, enquanto a filha mais velha assistia a agressão. Ele também tentou furar o pescoço da jovem com o pino da maçaneta que caiu quando a vítima tentou fugir das agressões. Um vizinho que ouviu os gritos acionou a Polícia Militar que foi até o local.

A jovem, com machucados no rosto foi socorrida para o Hospital da Unimed, em Americana, onde recebeu atendimento médico.

Leandro foi preso pela polícia e encaminhado para a Central de Polícia Judiciária de Americana, onde o caso foi registrado na DDM. A autoridade policial arbitrou fiança de R$ 2 mil reais, que não foi paga pelo agressor que permaneceu preso.

A vítima ingressou com um pedido de medida de proteção e manifestou o desejo de representar criminalmente contra o ex-companheiro.

FOTO
Em seu perfil no Instagram, Nathália compartilhou a foto do seu rosto machucado após as agressões. Ao Portal de Americana, a jovem informou que ela e as filhas estão bem. Em seu perfil, a vítima implorou por socorro.

Estou tentando me separar desde março de 2021, eu ia morrer se não fosse o tempo dele procurar uma faca pra me matar e então eu corri, AJUDE UMA MULHER QUE IMPLORE POR SOCORRO. Eu gritava por socorro e TODOS PARARAM PRA ASSISTIR EU QUASE MORRER DENTRO DA MINHA CASA ! poucas pessoas se dispuseram a tentar me ajudar. ATÉ ONDE VAI A CRUELDADE DO SER HUMANO?


Câmara vai manter assessores sem graduação mesmo com apontamento do TCE

Notícia Anterior

Americana registra mais oito casos positivos de Covid-19

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano