Cotidiano

Americana foi a que mais gerou empregos em outubro na região

0
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
ZuHause

Americana foi a cidade que mais gerou emprego em outubro deste ano, em comparação com os municípios da microrregião do Polo Têxtil. Os números foram divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), órgão ligado ao Ministério do Trabalho e Previdência. Os números atestam, ainda, que na Região Metropolitana de Campinas (RMC) Americana fica em segundo lugar, atrás apenas de Campinas.

Em outubro de 2021, Americana registrou 3.910 admissões e 3.115 demissões, com um saldo de 795 postos de trabalho gerados. Os índices conferem a Americana o status de cidade que mais gerou empregos na microrregião formada por mais quatro cidades: Santa Bárbara d’Oeste (saldo de 643), Nova Odessa (118), Sumaré (356) e Hortolândia (110).

------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Quiero Café Happy
Quiero Café manhã

Americana também se destaca entre as 20 cidades que compõem a Região Metropolitana de Campinas (RMC), ficando em segundo lugar em saldo de empregos, à frente de cidades como Paulínia (209) e Indaiatuba (544) e perdendo apenas para Campinas (1.262).

O saldo do ano (janeiro a outubro) ficou em 6.320 empregos.

“Ficamos muito felizes com essa notícia, mantendo o ritmo do ano de 2021, em que Americana lidera regionalmente a geração de empregos. Passamos um ano muito difícil em 2020 e foi muito importante agirmos rápido no setor econômico, como pedido pelo prefeito Chico Sardelli, para que pudéssemos reverter esse quadro. Esse grande número de outubro prova que estamos no caminho certo”, afirmou o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Rafael de Barros.


Ex-presidente do PT de Americana é morto a tiros em Nova Odessa

Notícia Anterior

Surto de gripe na cidade do Rio de Janeiro tem mais de 20 mil casos

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano