Cotidiano

Câmara de Americana não se posiciona sobre ataque contra vereadora

0
Foto: Divulgação
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Teatro

A Câmara Municipal de Americana não emitiu nenhum posicionamento público sobre o ataque sofrido pela vereadora professora Juliana, na semana passada. Nem mesmo o presidente, Thiago Martins(PV) se manifestou.

No dia 27 de julho, Felipe Corá, vereador de Santa Barbara d’Oeste, publicou um vídeo em que fez ataques contra a parlamentar americanense, que três dias antes havia convidado a população para participar de uma manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro.

Na gravação, Corá afirma que Juliana defende o abordo, a ideologia de gênero e “passa a mão na cabeça de bandido e vagabundo”, sem apresentar qualquer prova de suas afirmações. Em um trecho do vídeo ele sugere que para a vereadora “lavar a boca com ácido sulfúrico” antes de falar de Bolsonaro.

A Câmara de Americana possui, entre seus parlamentares, outras duas mulheres. Nem mesmo Nathália Camargo(Avante) e Leonora Périco(PDT) emitiram posicionamentos públicos sobre as agressões feitas contra a companheira de casa. Os únicos que se manifestaram e prestaram solidariedade à vereadora foram Marschelo Meche(PSL) e Leco Soares(Podemos).

Durante seu discurso na sessão desta quinta-feira(5), Juliana destacou que ácido sulfúrico não é sabão e que é utilizado por agressores contra mulheres que são vítimas de violência doméstica.

Em entrevista ao Portal de Americana, a vereadora declarou que esperava um apoio da Câmara com um posicionamento público contra a agressão, o que não ocorreu.

Já Thiago Martins declarou à imprensa que não emitiu um posicionamento público em nome da câmara pois o ataque foi contra a vereadora e não contra o legislativo. Questionado sobre um posicionamento pessoal, ele disse que caberia, mas não o fez.


Americana registra mais três óbitos por Covid-19

Notícia Anterior

Comissão especial da Câmara rejeita, por 23 a 11, o voto impresso obrigatório

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano